Postura do cantor

    Reading Time: 3 minutes

    A má postura afeta no cantar e pode levar a problemas na coluna, dores nos pés e até insônia. Também afeta nosso relacionamento com pessoas bem sucedidas no mundo.

    Por quê?

    Porque nossa postura revela o que somos. Ela fala à nossa audiência antes mesmo de abrirmos a boca.

    Uma boa postura é extremamente importante, pois influencia a respiração e a respiração é essencial para o canto, para a fala e para a vida. Ela permite que a inspiração e expiração sejam feitas com um mínimo de esforço.

    Para quem canta a principal observação quanto à postura está no abdome.

    No capítulo seguinte, onde vamos tratar sobre a respiração, vamos aprender que a boa respiração exige a região abdominal livre. Isso porque ao usar a parte inferior do pulmão vamos contrair e relaxar o abdome, por essa razão o cantor deve evitar deixar essa região “torta”, ou seja, a região lombar deve estar ereta.

    Para termos uma boa idéia, imagine que você é um ventriloco (um boneco preso por cordões).

    Na tua cabeça sai um cordão e o teu corpo fica relaxadamente ereto; ombros relaxados, mas não caídos para frente. O abdome não deve estar contraído e nem o peito estufado para fora. Essa é a postura correta.

    Estando nessa postura você poderá cantar tanto sentado quanto em pé.

    Se estiver sentado lembre-se apenas que da cintura para cima a sua postura deve ser a mesma de quem está em pé. Para muitos o ideal é cantar em pé, dizem eles que o som da voz sai melhor.

    Com certeza estando em pé temos todo o nosso corpo como auxílio para a interpretação vocal e isso torna o alcance de algumas notas mais fácil. Entretanto, cantar sentado não é um pecado e nem proibido. Podemos fazer isso desde que não comprometa o nosso desempenho vocal.

    Também acredito que o fato de muitos preferirem cantar em pé seja porque ao cantar notas muito agudas sentimos tensão no abdome e estando sentado o desconforto dessa dessa tensão é maior.

    Características de uma boa postura

    ☺        É aquela que é balanceada, onde o pescoço, peito, coluna e o ilíaco estão retos (alinhados).

    ☺        A cabeça deve estar paralela ao chão e balanceada sobre os ombros, sem pender para os lados, para baixo ou para cima.

    ☺        Durante o cantar o peito deve manter-se confortavelmente alto.

    ☺        Um cantor nunca deve assumir a posição de um soldado; o relaxamento é a chave do seu bom desempenho.

    ☺        Uma postura própria é para ser praticada em todo tempo, se você estiver cantado ou não. É importante que isto se torne um hábito inconsciente.

     O Corpo

     O cantor deve desenvolver o seu corpo. Seu corpo não somente contém a laringe, que produz os seus sons vocais, mas é o seu instrumento. Ele deve imaginar seu corpo como tendo as mesmas possibilidades de sonoridade como a caixa de som do violino, e nunca como uma pedra.

    Imagine deixar um violino ou violão  largado no quintal da tua casa.

    Vem chuva, sol, poeira, sereno, todo tipo de variação climática. O que irá acontecer com o teu instrumento? Com certeza terá graves danos e jamais produzirá um som agradável.

    Da mesma forma é o cantor. Ele não é só pregas vocais, ele é completo.

    Se não estiver bem fisicamente e emocionalmente poderá usar toda técnica vocal que o resultado não será o desejado.

    Portanto, deve o cantor desenvolver um senso de consciência do seu corpo e das suas emoções e estar totalmente alerta. Mais adiante, no capítulo sobre “Expressão e interpretação” serão dados alguns exercícios que poderão ser praticados para construir e preparar o seu corpo para o canto.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *